sábado, 23 de fevereiro de 2008

Nestes tristes dias tristes,



onde nem a pop se salvou à galopante mediocridade instalada e as excepções são o retorno aoque se pensava ser impensável depois do The Great Rock'n'roll Swindle dos Pistols, sabe bem ouvir e rever velhos cúmplices onde a fúria ainda é lava, lucidez visceral e as palavras, guerrilha. Aqui estamos longe da pose e dos tiques mais ou menos artísticos a pensar no myspace. Assim, David Thomas esteve no Porto, esse o dos Pere Ubu onde sem paneleirices pindéricas, num concerto grandioso até disse o óbvio: que se foda o Thom York, esse betinho cegueta. Não o sejam vocês também e vão ouvir agora o Gira, o dos Swans, onde só os ceguinhos não veem que o agitador se mantem no anjo de luz onde ele se escondeu da negritude que o continua a consumir. Boa semana K'mrdas, passem neste que anda actual e anotem as lutas que alguns teimam em esconder: Alijó, sempre, mas também as muralhas de Miranda do Douro. Sejam felizes, se puderem, se souberem. Se vos deixarem.

4 comentários:

kurika disse...

Tudo de bom

...tenho andado fechada para balanço...

Bjinhos a todos

Templo do Giraldo disse...

http://templodogiraldo.blogspot.com/

Passem por aqui e comentem.
SAUDAÇÕES.

MariaTuché disse...

A luta continua...

Boa semana meus queridos

beijossss

MEU DOCE AMOR disse...

Tristes...mesmo.

Beijo doce e boa semana