domingo, 6 de janeiro de 2008

Os poetas e nós,

todos uns mentirosos ou coisa parecida. Ao certo, cinco anos, desde o Porco Latino, e recuso-me a cair na tentação fácil de me converter ao virtual. A isto, à blogo. Neuroses, solidões, tristezas, medos, cansaços, gerem-se lá fora. Nas horas. Por mim, um dia acorda-se com o ( I'm always touched by your ) Presence Dear, os Blondie, se ainda se lembram, e apetece mandar tudo à merda. Por uma vez, pronto, viva a Paris Hilton e viva eu que não sou guru nem líder espiritual de nada nem ninguem. Nem quero. Mesmo quando sei que até o cobarde mais duro arranja sempre desculpas para não actuar e respeitar grato, venerando e obrigado o Sistema que diz combater mas mais não faz do que esgravatar por um lugar ao sol e um pouco de respeitabilidade burguesa. Ninguem dentro do Sistema toca no Sistema e só um imbecil ou um mentiroso acredita nisso. Basta olhar em volta. Das bases de dados a serem criadas, ao controlo financeiro, passando por insignificâncias como a Lei do Tabaco ou dos pequenos partidos. Sejam honestos. Respeitar o Sistema é aceitar o Sistema. Ponto final. Assim como assim, revolucionária é mesmo a Paris, portanto, ou a Amy ou o Pete Doherty. Eu, saio, discretamente como a chuva que já cansa, a rimar desemprego com SAP's, ao acaso, que a falência é total e de Regime. Farto. Dos dias, das coisas e das gentes. Fique feliz quem souber ou puder. Até logo.

6 comentários:

contradicoes disse...

Partilho do desanimo embora não nos devamos deixar vencer. Um abraço

kurika disse...

Hilton, por cá só no Algarve.
Eu cá dispenso...hehe...ainda não ganho para essas estadas!!!

Bjinhos a todos, desde que se esteja bem...até na Pensão Adelaide se é feliz!!!

Boa noite...

Thunder disse...

Ena!Tanta desilusão!
Tenta ficar bem.Bjs.

Cila disse...

por acaso descobri-te
um bom ano:)

Alien8 disse...

Boa! (E não me refiro à Paris).
Um abraço, PR.

Thoth disse...

Muito bem dito, caro PintoRibeiro.

Cumprimentos