quarta-feira, 26 de setembro de 2007

chegou a sinistra revolucionária

Este primeiro postal é mais para marcar o ponto, uma vez que ainda estou a estudar e a tentar decorar as regras aqui do blogue colectivo. É com prazer que junto a minha caneta (neste caso, teclado) aos da Sónia, Bernardo e Pinto Ribeiro. A ver se realçamos a vertente revolucionária (um gajo de Esquerda a escrever num blogue de Direita...) e deixamos ligeiramente de parte os prefixos anteriores. Esclareça-se já que sou mais para o anarquista e rebelde, gosto do Chávez, do Dr. Ernesto Guevara, da República Islâmica do Irão, da Irmandade Muçulmana, do Oskar Lafontaine, dos comunistas russos modernos (piores que o PNR tuga), da Junta Militar de Myanmar (os inimigos é que lhe chamam Birmânia) e do Aquilino Ribeiro (a faceta "fascista" dele, que ao que parece muita direita também prefere ignorar e se concentra apenas na fase juvenil e imatura da Carbonária), prefiro os Strasser ao Hitler, enfim... Bernardo e Sónia atirem a matar agora que nos próximos postais eu prometo que me porto bem e em acordo com as regras da casa. Vivam os revolucionários (sejam de Direita ou de Esquerda, o que importa é não serem de direita ou de esquerda).

33 comentários:

Opintas/Bernardo Kolbl disse...

A matar está o boneco, Camarada!!!
Revolucionários, todos e já agora eu também sou nacional-socialista herdeiro da herança até 1935.
Discordo de muita coisa em Hitler.
Benvindo.
Abraço.

Nero disse...

Olá olá.
O Hugo Chavez é perigoso e o Guevara um assassino irresponsável.
Vou mais pelo Bernardo mas a mistura promete ser interessante.
Cumprimentos.

PintoRibeiro disse...

Gostei, gostei...Lololol!
Abraço K'mrd.

sonia r. disse...

A primeira imagem por acaso não é uma piada ao PR e ao Bernardo? O rato...Lololol.
Benvindo.

Flávio Gonçalves disse...

Vamos a ver se esta "détente" tem mais futuro que a tremida colaboração entre os falangistas e os anarquistas espanhóis durante a Guerra Civil.

Obrigado a todos pelas boas vindas, quanto ao Chávez, não gostei muito de alguns artigos da nova constituição por não serem socialistas o suficiente, e alguns camaradas NR venezuelanos, da revista NR "El Bachaco Rojo", partilham o mesmo cepticismo.

De resto, é preciso ler Ceresole e comparar o percurso do Chávez com o do Hitler para compreender um pouco melhor o que se passa ali.

O mesmo já garantiu que o PSUV não será marxista-leninista e que nunca leu Marx na vida, os comunistas e anarquistas da Venezuela não gostam dele, os capitalistas ainda menos.

Até prova em contrário, é "dos nossos", embora e por questões meramente económicas o NR dele só funcione na Venezuela, um sistema nacionalista e socialista como o proposto por ele e Ceresole só é sustentável com as riquezas naturais que o país tem.

F. Santos disse...

Por falar em "revolucionários", eis que um assassino vai ser posto em liberdade:
http://fr.news.yahoo.com/rtrs/20070926/tts-france-justice-rouillan-ca02f96_1.html

Flávio Gonçalves disse...

Hum, sob pena de ser apedrejado... vou ficar calado =)

kurika disse...

Hoje sem stress, vim desejar boas noites, e boas vindas é claro, ao novo membro...!

Bjinhos

vida de vidro disse...

Bom, vamos ter novidades. Estou curiosa, muito curiosa... :)**

Su disse...

detesto o chavezzzzz............

quer dizer detesto muta coisa....mas tanta ...que não tenho espaço para aqui ser tudo nomeado........

ops sonia bem visto:))) mas não pode! o rato só há um. um ratelho e mais nenhum......um rato carai:)))

jocas maradas .... para os 3 da casa + o "meu rato -carai" ....
para este anarca/esquerda/..ops que me baralha.....ainda não mando nada marado:)))))))

MEU DOCE AMOR disse...

Olá bem vindo.Gostei da apresentação.

Um beijinho doce

Opintas/Bernardo Kolbl disse...

O rato é para mim, ahhhhhh? Komrad? Ahhhhhhhhhhhhhhh? Brrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr!!!!*****************...........lololol.
Abraço.

as velas ardem ate ao fim disse...

Bem vindo!

Flávio Gonçalves disse...

Hum, não, aquilo é um rato e essa imagem parece mais de um morganho, hehe.

às restantes, obrigado pelas boas vindas.

navegação disse...

Isto vai aquecer...
Espero pelos proximos postais.

Saudações Nacionalistas

Erdna O Herege disse...

Flávio, explica-me só uma coisa que me pareceu um pouco incoerente: como se pode ser anarquista e apoiar a junta militar de Myanmar?

Opintas/Bernardo Kolbl disse...

Erdna. Comentário excepcionalmente publicado.
Aqui há regras.
E não damos tempo de antena a assinaturas fantasmas de perfis e blogues inacessíveis atrás de nick's cobardolas.
Aqui, assina-se e dá-se a cara.
Lê o cabeçalho carai. Para gente de BEM!

Erdna O Herege disse...

Opintas/Bernando Kolbi... Essa do nick cobardolas não é para mim direccionada, de certo. Eu conheço o Flávio desde dos tempos em que ele (e eu) estávamos no PNR. E se reparasses bem, eu assinei... não tenho culpa que não percebas algo que está implícito... Fiz uma pergunta ao Flávio, bastante simples e directa. Nada de errado, a meu ver. A única coisa aqui errada foi esse teu zelo extremo que acaba por ser completamente injusto e despropositado.

Flávio Gonçalves disse...

Boa pergunta Erdna, vou responder dum modo simples: o Estado da Junta Militar, tendo tudo aquilo que é negativo em qualquer Estado, é mais livre e independente do que os Estados que os apoios capitalistas tentam forçar a criação.

Todos os povos de Myanmar são autónomos e o governo tenta manter essas diferenças, não impondo nem uma cultura única, nem uma ideologia única ou sequer uma tradição única.

Um Estado capitalista destruiria todas as culturas indígenas que existem em Myanmar, criaria uma cultura única e destruiria a identidade de todos elas numa coisa uniforme.

Em último caso, como anarquista, creio que os cidadãos de Myanmar é que têm que decidir por si, não sou eu que sou um ocidental que lhes vou impor o que eu considero ser "democracia", não sou eu que sou um ocidental que considerarei que a "alternativa" patrocinada pelo capitalismo internacional na pessoa de Aung San Suu Kyi, a LND sobrevive porque nós, ocidentais, a alimentamos com dinheiro e propaganda gratuita.

Resumindo, pode parecer hipócrita da minha parte, mas a Junta Militar acaba por ser um mal menor, e sempre me parece melhor que uma ditadura monárquica de tipo Budista, como a existente no Tibete em que 90% da população era escrava dos iluminados budistas.

Entre a ditadura monárquica dos budistas ou a degradação espiritual do capitalismo... deixem lá estar a Junta Militar.

Permita-me comparar a Junta ao regime de Saddam Hussein, que não permitia nem uma ditadura teológica e nem o capitalismo, derrubaram esse regime, diga-me lá se o povo ficou melhor...

PintoRibeiro disse...

No blogue ninguem tem a obrigação de conhecer ou reconhecer "sinais" de identificação. Nem sabemos ou nos interessa saber quem é quem, ou não, do PNR. Sabemos o que nos tem caído aqui e como tal limpamos as caixas de comentários. Não gostamos de nicks. Quem escreve deve dar a cara e o nome. Ponto final. Mas sempre te demos o benefício da dúvida e publicamos o comentário.

Erdna O Herege disse...

Para já devo dizer uma coisa (senão me censurarem): "Um blogue de Direita Revolucionária Anarco Libertária" diz no inicio... a parte da direita até acredito, agora a do 'anarco' deixa um pouco a desejar, mas enfim.

Não pedi a ninguém aqui que decifrasse qualquer sinal ou pedi? Apenas fiz uma pergunta em relação ao texto e a pergunta foi para o autor do texto, que nem foste tu nem outro qualquer.

Como vez o autor do texto percebeu a pergunta e respondeu sem qualquer problema. Portanto, o excesso de zelo aqui demonstrado foi completamente ridículo.

O não gostarem de nicks, não me aquece nem me arrefece ou teria que mudar de nick (e por o meu nome completo) para fazer uma simples pergunta?

A questão de dar a cara é um bocado complicada, pois a tua desconheço (e nem tenho interesse em conhecer diga-se de passagem), como também o teu nome me diz tanto como 'anónimo'. Adaptando Vasco Santana: Pintos Ribeiros há muitos... e o resto fica para a uma próxima.

Generalizar é um grande erro.

Opintas/Bernardo Kolbl disse...

Ainda bem ó Herege.
Ficamos assim, então.
Deves não ter percebido quer a tua resposta a mim quer o comentário do PR.
Sentimentos mútuos, sem ressentimentos. Percebe-se que sejas do PNR.
O PR, acredita, é muito pouco anónimo. Anda por aqui faz 6 anos, fez grandes blogues, conhece muita gente com interesse, ( não do PNR, eheheheh ), é conhecida por muitos outros e acredita que é único. Não é só PR, rapaz. A única coisa que sei é aqui assinarmos mesmo com nome real. Mas não somos PNR, eheheheh.
Pergunta feita e respondida espero e assunto encerrado que citando o que citas palermas também há muitos.
Pergunta sempre.
Até.

Opintas/Bernardo Kolbl disse...

Já agora.
Este tipo de tricas não me interessa no meu blogue.
Um desperdício de tempo.

Opintas/Bernardo Kolbl disse...

" (...) não tenho culpa que não percebas algo que está implícito... ".


Do teu comentário. Vamos ao que interessa. Sem próximas, acredita. Quando assinamos partimos do princípio que até prova em contrário estamos a lidar com gente de BEM.
Será o teu caso.
Mas há sempre o caixote do lixo.
Assinar com o nome falso já não será cobardia. É pior.

Erdna O Herege disse...

Para quem dizia desperdício de tempo até se alongou mais.

1º Não sou do PNR. Fui do PNR da mesma maneira que o Flávio o foi. (mais uma vez percebeste mal; e já vão em quantas?).

2º ehehehehhe

3º O PR até podia ter criado o Blogger... Para mim é um individuo qualquer, tal como tu.

4º eheheheheheh

5º Essa das pessoas de interesse é bastante subjectivo (e um péssimo argumento). Mas fiquei a saber que para ti pessoas interessantes são aquelas que o PR também considera interessantes (uma prova de grande carácter da tua parte, sem dúvida).

6º ehehehehehe

7º "A única coisa que sei é aqui assinarmos mesmo com nome real." Dito isto, o segundo comentário deste post é de alguém que se chama 'nero', o oitavo de alguém chamado 'kurika', o nono de uma 'vida de vidro', o décimo primeiro 'meu doce amor', o décimo terceiro de 'as velas ardem ate ao fim' e finalmente o décimo quinto decididamente deverá se chamar de 'Navegação'.

8º eheheheheheheheh

9º "Assinar com o nome falso já não será cobardia. É pior." (esta chega a ter contornos de comédia tipo Charlot) Se para ti a cobardia vê-se nos blogs... então tenho pena de ti rapaz, não deves ter outra hipótese mesmo de mostrar coragem.

10º ehehehehehe eheheh eh eh

(os pontos 2º, 4º, 6º, 8º e 10º foram plagiados do Opintas/Bernardo Kolbl... achei geniais estas intervenções.)

sonia r. disse...

Estás decididamente no blogue errado a insistir num tipo de discussão que já te disseram não cabe aqui.
Sem termos que te dar explicações informo-te que, por acaso, conhecemos os nick's que referes.
Decididamente gente como tu com mais ou menos eheheheh não nos interessa.
Não vale a pena insistires.
A discussão ACABOU mesmo aqui.
Tens pouco nível.

sonia r. disse...

Curiosamente a tua assinatura hoje já dá acesso a blogue.
Sem comentários.

Flávio Gonçalves disse...

Chiça, tanto mau feitio dos três =)

PintoRibeiro disse...

. PIM!

Erdna O Herege disse...

Sem termos que te dar explicações informo-te que, por acaso, conhecemos os nick's que referes.

Ah okay. Mas então deviam por logo no inicio: 'blog APENAS para pessoas que conhecemos'.

A discussão ACABOU mesmo aqui.
Tens pouco nível.


Pouco nível? Rapariga, larga lá os livros da Paula Bobone...(e ainda se definem de anarco libertários, que cómico!).

Digo-vos... para um blog supostamente 'anarco-libertário', há aqui muita discriminação.

PintoRibeiro disse...

Erdna.
Pacientemente tenho tentado manter-me afastado, com esperança que soubesses ler e perceber.
Não dá. És burro, um mero provocador de meia tigela.
Este blogue não tem preconceitos. Face a gente de Bem. O que não és.
Aceita todos os que não são rascas nem lhes foge o pé para o chinelo.
Agora é comigo. Cómico ou não.
Aqui não há raparigas, rapaz. Porque não há gente da tua laia.
Exactamente. A partir deste não és publicado. Argumentos teus, são piadas ordinárias, insultos, corte e costura.
Agora sou eu que te digo, preto no branco: o que és, quem és ou pensas não me interessa.
Tou a cagar-me para gajos como tu.
Os animais aqui ficam à porta. Anarco ou não, nada disso tem a ver com classe, postura ou educação. Que as não tens.
Acabou-se. Segue.

sonia r. disse...

Em caso algum sou anarquista.

Opintas/Bernardo Kolbl disse...

Anarca, eu???!!!
O PR e o Flávio, se calhar.
Eu sou filiado em Dresden no NPD, carai!