terça-feira, 23 de janeiro de 2007

Há homenagens que devem ser feitas. Em silêncio. Porque


existem pessoas que nos fazem acreditar nisto de vez em quando. No ser humano. Abbé Pierre.

( Adenda: insultuoso, ofensivo, um estado, esse sim de atraso provinciano, assistir ao imiscuir na questão do Referendo sobre o Aborto pelo Parlamento Dinamarquês. Por mim, dispenso "lições" civilizacionais, dinamarquesas ou outras.

Soube bem. A discrição em torno da morte de Fiama, uma Poeta, quando ainda recentemente assistimos ao festival circense a propósito desse "artista", o cesariny. Diz muito, também, sobre o que somos. E como. Ainda, nada como o silêncio ).

13 comentários:

sonia r. disse...

Nada como estar atento a pequenas coisas. A Dinamarca deverá ter com que se ocupar, penso eu. Vergonhoso!
Bjinho.

wind disse...

Bom dia:)
Gosto de Cesariny e de Fiama. A ambos homenagiei. Não abri excepções.
beijos

sea disse...

isto é que foi uma luta com este template :D
b. dia!

Opintas/Bernardo disse...

Carago!!!! Vocês demoraram, porra. Estamos todos, bamos a eles, yukieeee!

BÓLICE disse...

...








...

ABRÇs

B)

Thunder disse...

Boa noite. Não sei o que tens (se me permites tratar-te por TU) contra Cesariny!Mas, claro, gostos não se discutem.Eu gosto.

Su disse...

"Os brilhos que na noite ...
São os que não gostam de se elevarem/no ar sobre os antigos oceanos/e amam os pequenos riachos/e o fundo invisível dos poços" ------------fi---ama


jocas maradas de silencio....sim

Testa Alta disse...

Quanto às duas primeiras questões, Abbé Pierre e intromissão da Dinamarca, cem por cento contigo.
Quanto a Fiama e Cesariny: dai a Deus o que é de Deus e a César o que é de César. Foram distintos, cada um deixou uma obra; pode-se gostar ou não, mas tiveram méritos pessoais, ambos.

Just an ordinary girl disse...

Confesso que não vou mt nessa de homenagens. Muito menos póstumas.
Os poetas que eu gosto? consumo obras deles. Essa, penso, é a maior prova de apreço, admiração e gratidão.
E depois, homenagear artistas? Não é que tenha nada contra, mas e as outras pessoas que vivem vidas úteis e valorosas e cujas vidas e mortes são de indiferença para todos nós?
Morrem todos os dias pessoas que podem não ter escrito os versos mais belos mas que fizeram feitos de tanto ou mais valor...

Alisson da Hora disse...

Cesariny é ótimo...

abraços a todos

a.h.

Eric Blair disse...

Homenagens homenagens silêncios à parte. Vou continuar a ouvir GuanaBatz.
Bom dia pá, e poucas flores.

segurademim disse...

... postei Fiama, postei Cesariny e agora Lobo Antunes, porque gosto muito e antes que o homem morra

depois, uma pequena citação fez-me "viajar no tempo" cheirou-me a doce de ameixa que fazia com a minha mãe, avó, primas... eram dois dias de trabalho! a preparar os frascos, a tirar pele e caroços, a açucarar, a deixar repousar antes de ir ao lume com pau de canela...

beijo . bom dia

as velas ardem ate ao fim disse...

Nós somos o que pensamos.Os outros não servem para preencher as nossas carências nem as nossas ideias ou ideais. Por isso é preciso parar, pensar, ver com olhos de ver quem queremos perto de nós e oque opções queremos tomar..em consciencia.
Silêncio…
Há silêncio que criam abismos outros NÂO.outros são extremamente beneficos.
Acredito no dia em que a vontade ou o acaso crie um reencontro inesperado entre o saber e a razão.Não há ninguém perfeito... Palavras que não serão ditas que são entendidas, olhares que se cruzam e que comunicam, pensamentos que ocorrem em situações semelhantes.
Apetece me gritar silêncio!!!!!!!!!!!