sábado, 27 de janeiro de 2007

O triunfo da Arte.O Cinema de Leni Riefenstahl, Iª parte. Bom fim de semana.







Triumph des Willens - 1934

13 comentários:

PR disse...

Jawohl! Soberba e evitada pelos preconceitos do politicamente correcto e de uma pseudo arte que se arrasta entre espasmos e diarreias de vanguardas sem rei nem roque, o Génio intemporal da Arte. De Léni. A melhor resposta, sempre, aos que questionam o conceito do Juízo Estético, de Sentido Estético, para justificarem a merda que produzem. Aos que reduzem a Direita a um bando de ignorantes em nome da sua ignorância. Nem foi preciso ir buscar Ezra. Pois. Bjinho.
Beijos e abraços Kamaradas.

wind disse...

Não posso de maneira nenhuma concordar com este post de uma cineasta simpatizante de Hitler!
beijos

PR disse...

Pois. O PRECONCEITO. Não deixa de ser 1 Génio a produzir grande Arte. Curioso é o mesmo PRECONCEITO não impedir ou condicionar o aplauso a toda essa gente conivente e cúmplice da barbarie marxista. O sangue que Stalin ou Fidel fizeram correr é justificável por eles serem comunas? E assim, as baboseiras de Sartre ou Garcia Marquez? Pois.
Bjinhos Wind.

wind disse...

PR nunca me ouviste ou leste ser a favor de Lenine ou Fidel Castro.
Sou contra qualquer tipo de ditadura!
Não entendo como Staline fez correr tanto sangue e como o povo de cuba vive em tão más condições!
Tens aqui a minha resposta.
Não quero ofender ninguém, mas não posso concordar com tudo e já sabes isso, o que editam.
E não é preconceito, é , repito não gostar e ser contra ditaduras sejam elas de esquerda ou direita.
beijos

sea disse...

Salve-se o trabalho. Apenas esse. Não o conteúdo do mesmo.
Bjo

PR disse...

Claro, Wind e felizmente que somos assim. Percebemo-nos. Sem ressentimentos ou preconceitos. No respeito pelas diferenças. Bjinhos.

Lilis disse...

CINE ART DOCUMENTAL aterradoramente impressionante...

Há dias, em que eu própria, tenho ideias genocidas... it's my dark side!


Embora despreze a ditadura... nazismos, racismos... etc e tal...

Vejo estes filmes de bom agrado... é história, é arte...

e nunca se pode concordar com toda a arte...

nem com a morte... nem com a vida...

Sejamos felizes...

Viva a diferença!

bjus

ps: não temos q compreender ou acreditar nas ideologias dos outros, temos de as respeitar e ser respeitados...

bom fds!

vida de vidro disse...

Admiro a arte, a estética. Não as ideias que defendeu com esse talento. **

Su disse...

o triunfo da arte-------sim
jocas maradas

Just an ordinary girl disse...

Sinto muito mas não conheço nem a cineasta nem respectiva obra.
Mas o facto de ela ser, como li aqui, simpatizante de Hitler não interfere com seu (possivel) valor artisitco, de certeza absoluta.
Eu não sou simpatizante de Hitler e isso não faz de mim boa em nada (artisticamente falando)...
:)

Bom fim de semana e um beijo, Sónia.

Testa Alta disse...

Não se questiona o talento, a arte.
Pode-se questionar a ideologia que servem.
Não gosto de nenhum ismo!
Gosto de justiça social, gosto de valores que enobreçam a conduta dos homens, gosto de respeito pelas diferenças. Não gosto de conquistas feitas a ferro e fogo, não gosto de políticas de "terra queimada".
bjinho da tia.

Susana Barbosa disse...

Bom fim de semana.
Beijinhos

Opintas/Bernardo disse...

Excelente. A Grande Léni e este post Sónia. Bom domingo.