segunda-feira, 29 de janeiro de 2007

Porque vou votar não a 11. Motivos. 1ª. parte.


O senhor Jerónimo disse que quem vai votar NÃO é demagogo. Assim, lapidar e taxativo, digno de um filho de Stalin ou de um admirador confesso dos direitos dos trabalhadores na Coreia do Norte. A minha filha de dez anos, a Constança, hoje ao almoço: se é interrupção qual é o dia em que o bébé volta a nascer? Lapidar, diria eu, este ensaio minimal sobre a demagogia.
Facto: o referendo sobre o aborto só existe por omissão e cobardia da nossa classe política, ( excepção feita aos comunistas ), dos nossos parlamentares. O referendo, ao ser agendado, tornou-se no que nunca se deveria ter tornado: uma questão política que extravasa diferenças ideológicas e partidárias, ( basta observar o comportamento lamentável de Mendes e Ribeiro e Castro ), e onde o que menos importa é discutir a questão do Aborto, do direito à Vida, da Ética. Ao certo, a pretexto do direito da mulher ao corpo, ( e os direitos do pai? e do embrião? ), de evitar a prisão de mulheres, ( quantas estão presas por abortarem? ), o que se vota a 11 é uma bandeira política do Bando Bloquista cujo ruído interessa a Sócrates, ao Governo e a Cavaco. Sejamos bem claros: mais do que a despenalização ou a legalização do Aborto, a 11, referenda-se a visão decadente e doente, os valores ou a falta deles, que esse rancho folclórico do pregador Louçã tem sobre a sociedade, o modelo cultural a adoptar, uma ideia do que e como devemos ser. Eu não subscrevo nada do que parte dessa pandilha e não sou conivente com qualquer vitória eleitoral do Bloco de Esquerda ou de caução ao seu modelo social aberrante. Eu voto contra, eu voto NÃO, também para derrotar os rafeiros bloquistas. Queiram, ou não, o referendo é já e também uma questão política com importantes consequências no futuro.
( Continua ).

14 comentários:

sonia r. disse...

Subscrevo por completo o teu post. Fico à espera da continuação...beijinho.

wind disse...

Se queres saber também acho uma fantochada o que os partidos todos andam a fazer com as sas ideias extremistas.
Eu voto sim, não estou vinculada a qualquer partido, mas porque acho que a mulher deve poder decidir quando deve abortar sem ser em parteiras que as fazem correr risco de morte, ou então fazerem a elas próprias coisas onde correm riscos de vida. Além disso, mesmo usando anti-concepcionais sabemos que não são 100% seguros e dou-te um exemplo.
Tinha uma colega que laqueou as trompas ao 2º filho e as 42 anos engravidou, com dois filhos já de vinte.
Custou-lhe muito, mas teve de abortar.
beijos

Lilis disse...

... beijos ...
bom domingo!
:(

Zé Lérias disse...

Bom resto de domingo, para ti também.

Su disse...

bom dia................de---voto

jocas maradas na 1º parte:)

segurademim disse...

... não sou uma naif e dou algum do meu tempo a um projecto de prevenção e apoio à gravidez precoce, tudo fazemos para que as mães adolescentes sejam bem sucedidas na sua maternidade

o meu voto não será por ser contra este ou aquele, o meu voto será em consciência, porque há razões fortes que levam as mulheres à pratica da interrupção da gravidez

por muito que nos esforcemos, neste desgraçado país, haverão sempre IVGs e isso não deve servir para alargar a riqueza de alguns, sem escrúpulos e aumentar a miséria e a doença (física e mental) de jovens vulneráveis

embora lamentando a realização deste referendo, que só serve para gastar dinheiro ao país e dividir as pessoas, irei votar

pelo SIM

respeito o teu ponto de vista, estou ao teu lado nalguma da tua fundamentação, respeito todos os que irão votar em sinal contrário ao meu e espero sinceramente também ser respeitada

beijo PR, boa semana :)

PR disse...

Naturalmente que tbém eu vou votar em/com consciência e não só contra mas apesar desse contra bem claro. Contra as propostas ditas "fracturantes" do salazarismo bloquista. Mas, por motivos que o espaço empurra para outras partes, de forma a não tornar o post desmensurado, ficarão para outra ocasião. Este é um alinhar inicial. Bem claro: voto SEMPRE contra propostas do Bloco por considerar essa turba um vírus social.

as velas ardem ate ao fim disse...

Gosto e pessoas como tu!

Vou votar Sim.Mas gosto de pessoas frontais o que não gosto é deste governo e como dissete demagogia é referendar e não legislar.

bjinhos

chuvamiuda disse...

................

eu só desejo uma gravidez indesejada, a todos quantos sabem muito do assunto

seja sim ou seja não

isto de alguém se julgar dono da vontade e da inteligência de alguém, tem muito que se lhe diga

..................

Abraço e boa semana

sea disse...

Desculpem a minha sinceridade, mas este assunto, já cansa.
beijos e b'tarde

PR disse...

Sinceramente, não enquanto houver 1 voto em disputa e se estiver a discutir algo tão sensível. Bjinhos Sea.

Adryka disse...

Não á morte de inocentes, não á morte dos que não tem voz, ao aprovar a chacina,corremos o risco de desaparecer como povo. Bj

Thunder disse...

Como já referi vou votar SIM.E peço que pensem nesta questão não como uma questão política. Pensem pela vossa cabeça e não para seguir ou ser contra as ideias de determinados partidos políticos!

Cumprimentos.

Belzebu disse...

Caro PR, como sabes sou a favor do SIM. Não me revejo minimamente na esquerdalheira do caviar e como tal não gostaria de desviar a importância deste referendo, para o respeito e a dignidade das mulheres, dando importância a quem não a tem! O Louçã vai ter o prazer de votar, pela primeira vez, como eu e não tenho qualquer intenção de que isso volte a acontecer!

Mas o que se está a tratar é de impedir que aquilo que vai continuar a acontecer, quer ganhe o SIM ou o não, ou seja, o aborto, possa ser feito com dignidade e sem o risco de quem o pratica, ser levado a tribunal, com condenação ou não!

Saudações infernais!