terça-feira, 8 de abril de 2008

2 e 2 ou são 22 ou são 4.

Não conheço o Senhor Mário Machado ou algum dos elementos que hoje irão começar a ser julgados. Por actividades criminosas, nomeadamente tráfico de armas, droga, extorsão, diz-se, e, parece, por delito de opinão. Não simpatizo com o Senhor. Não me identifico com o seu, dito, nacionalismo. Sei no entanto que interessa ao Sistema ter este senhor na cadeia, fazer dele um mártir e um pretenso líder da direita nacionalista. A ser assim, sejamos claros. Se Mário Machado vende, por exemplo, drogas e armas, ou se é um homicida, merece certamente estar preso, ser julgado e condenado. É um mero caso de criminalidade. Mais nada. Se está preso por se dizer nazi, se reclamar de herdeiro do III Reich ou por ter ideias divergentes, sejam elas quais forem, do discurso normalizado do políticamente correcto, devia estar cá fora e a sua prisão é mais um retoque na farsa democrática. As ideias combatem-se com ideias. Sejam elas boas ou más. Concorde-se com elas ou não. Isso é a Democracia. Recuso ver em Portugal presos políticos que interessam ao Sistema. Esperemos que o julgamento faça luz, de vez, sobre o que é crime comum e ou delito de opinião. Sem mais ilusionismos. Tão simples como isso. Infelizmente o despacho de pronúncia omite, se calhar, o essencial. Isto afinal interessa a quem? Alguem é preso durante um ano por ter em seu poder um bastão, uma soqueira ou uma suástica? Não no País onde a violência doméstica, a pedofilia ou o atropelamento mortal com fuga dão termo de identidade e residência. Não brinquem com o Povo porque, acreditem, o Povo não é parvo.

10 comentários:

Activista disse...

Só uma coisa relativamente aos crimes da acusação: o sr Mário Machado, segundo se sabe, não irá responder por nada que esteja relacionado com tráficos ( quer de armas, ou de drogas ). Os crimes de acusação serão, segundo alguns media, os de discriminação racial - por declarações feitas no fórum nacional - e de crimes contra a humanidade - pela organização de um concerto musical nacional socialista-.

Eu também não sou NS mas não vou prender todos aqueles que não tenham as mesmas ideologias que a minha pessoa. novos episódios aparecerão em breve...

saudações nacionalistas!

as velas ardem ate ao fim disse...

Recuso ver em Portugal presos políticos que só interessam ao Sistema. Concordo plenamente!

bjo

PintoRibeiro disse...

Subscrevo Activista.
Tudo aponta para apenas crime de delito de opinião.
A montanha pariu um rato.
Uma situação INADMISSÍVEL. Presos políticos em Democracia? Só nesta farsa.
Abraço.

HarryHaller disse...

Se me permitem, eu diria(se não soubesse) que a pose e a fisionomia desse senhor, tinha sido tirado de um site homosexual.

Lobo das Estepes

Rouxinol disse...

Lamento vir aqui estragar o groupthink, mas como o despacho da acusação já é público, qualquer leitor pode confirmar que o que este "activista" anda aqui a vender, mais não é do que banha da cobra. Vamos por partes:

"actividades criminosas, nomeadamente tráfico de armas, droga, extorsão, diz-se, e, parece, por delito de opinão."

Presumo que afirmes que "delito de opinião" seja o tal artº 240 (crime de discriminação racial). Isso seria uma discussão que nos iria levar muito longe.

"Se Mário Machado vende, por exemplo, drogas e armas, ou se é um homicida, merece certamente estar preso, ser julgado e condenado. É um mero caso de criminalidade. Mais nada."

Os crimes que constam da acusação ao mário:

Em co-autoria material, em concurso real e na forma tentada: São 2 crimes de dano, 2 de ameaça, 1 de coacção agravada, 3 crimes de ofensa à integridade física qualificadas, 3 crimes de instigação pública a crime, 1 crime de introdução de local vedado ao público e 1 crime de discriminação racial.

Em autoria material é 1 crime de detenção ilegal de arma, 1 crime de farmácia ilegal (passou a contra-ordenação) e 2 crimes de ameaça.

"Infelizmente o despacho de pronúncia omite, se calhar, o essencial."

Porquê?!?

"Alguem é preso durante um ano por ter em seu poder um bastão, uma soqueira ou uma suástica?"

Esta é outra mentira. À luz do antigo CPP, um dos critérios para a prisão preventiva é a "continuação da actividade criminosa". O mário já vinha com 3 penas suspensas, pelo que se activou essa cláusula.

Em suma, O mário não é nenhum David Irving e não cabe na cabeça do mais imbecil a catalogação de "preso político" a quem pratica crimes de delito comum. Talvez pelo interesse de quem enche a net de lixo, como esse "activista", no papel de advogado do diabo.

PintoRibeiro disse...

Harry:nãotesabia homofóbico...eheheh...
Abraço.

Rouxinol: argumentos na caixa. Alguns até subscrevo. Mas, curiosamente, usas nick e profile não disponível. Diz muito sobre carácteres.

SÓNIA P. R. disse...

Acho que o "Rouxinol" mistura o PR com o Activista.
Como, não responde ao importante.
Não me interessa muito a treta da acusação.
Chamou "macacos" a pretos?
Coisas assim.
Ao fundamental nada. Passam-se coisas bem mais graves e a Justiça não funciona. Não devia ser mas é um julgamento político.

Condor disse...

Tanta demagogia!
A eterna pose, dois pesos, duas medidas, de uma esquerda frustada e complexada!
Saudações.



http://nacionalistas.wordpress.com/

kermit disse...

Permita-me divergir da sua opinião. A apologia ao Nazismo Fascismo Stalinismo ou qualquer outra linha de pensamento que na História tenha levado ao genocídio, provenha ela da Direita ou da Esquerda, tem que ser punida, e essa punição tem que estar na lei de todos os estados de Direito . Cumprimentos

PintoRibeiro disse...

Ora aí está uma posição que eu consideraria...estalinista.