segunda-feira, 5 de março de 2007

Gratuito. Violento. Ofensivo.

BOICOTE-SE.
( Lamentável o circo que se instalou em Santa Comba Dão a propósito do museu a Salazar. Goste-se, ou não, eu não gosto, o ditador faz infelizmente parte da nossa triste história. A eskerda ao querer apagar nacos da nossa história mostra como é realmente a herdeira do património salazarento e porque motivo Louçã é o sucessor natural do fulano. Não menos lamentável, Timor. Não sou suspeito. Não vim para a rua, não chorei, não orei pelo " mártir " povo timorense. Não venero ou simpatizo sequer com um oportunista como Xanana. A independência, aqui como nas outras " colónias ", tirou desculpas a quem tinha culpas e libertou o branco do fardo das responsabilidades. Da eterna culpa. Ao ver aquela palhaçada trágica só penso em quanta razão tinha ao defender, face à cobardia e demissão tuga, a entrega daquilo à Indonésia ).
" O meu conceito de diversão é matar toda a gente ".
Iggy Pop.

14 comentários:

M. disse...

Gostei do que li.
E agradecemos a visita...

sonia r. disse...

Subscrevo por completo o post Sérgio. Bjinho.

Luís Galego disse...

subscrevo, os acontecimentos históricos, quaisquer que eles sejam, não podem ser sonegados.

wind disse...

Não gosto de Salazar e não sou do partido do Louçã.
Concordo contigo em relação a Timor, os portugueses abandonaram-no nas mãos dos Indonésios.
beijos

vida de vidro disse...

Vamos por partes. Relativamente a Salazar, posso até estar parcialmente de acordo contigo. Ou seja, o homem faz parte da nossa história recente e influenciou-a em muito. Infelizmente, pois. Por isso, embora me repugne, também me parece que quem quiser fazer um museu deve poder fazê-lo.
Relativamente a Timor, já não concordo, sobretudo na defesa da entrega à Indonésia. E sou suspeita. Porque foi uma das causas que me tocou muito. Mas concordo que nos demitimos das nossas responsabilidades. Não sei se fomos a tempo. Parece que não. **

Just an ordinary girl disse...

Olá Sérgio, bom dia.
Sobre o museu, não sou contra. Nem a favor.
Pq nao conheço o que vai ser exposto e por isso nao sei se vale a exposiçao...
Apenas por isso. Porque sobre Salazar, acho que não vale de nada escondê-lo "debaixo do tapete". Foi alguém que marcou a nossa históra e por isso deve ser falado, comentado, estudado...
Porque com a história passada, aprende-se sempre. E aprender é um dos meios que dispomos para o nosso crescimento e evolução...
Quanto a Timor, olha, não sei o que pensar.

Um beijo e boa semana!!!

Opintas/Bernardo disse...

Eu também não gosto de salazar. Nem de comunas. A diferença entre mim e a eskerda é eu respeitar o direito deles a existirem, pensarem, se pensam, e manifestar-se. A história não se apaga. Isso só na URSS de Estaline onde até as fotografias eram manipuladas. Até apagaram o Trotski. Engraçado, engraçado é ver os gaijos do spot publicitário invocarem como contraponto à Amnistia Internacional, entre outras organizações que consideram o anúncio um incentivo à violência sobre a Mulher...ARTE! Está tudo dito, porra. Abraços.

as velas ardem ate ao fim disse...

Subscrevo na totalidade.

E hoje apetecia me fazer minhas as palavras de IGGY " O meu conceito de diversão é matar toda a gente "., a serio nunca me apreceu tanto.

(preciso de uma ajuda, como é que fizeram para desaparecer com os anormal do Klatuu o embuçado dos V/comentarios que agora decidiu aparecer todos os dias no meu Velas a dizer merda e aserio nao tenho paciencia para esta gentinha)

bjos

PR disse...

Simples, Velas. Ando aqui há tempo suficiente para conhecer as seitas mais ou menos obscuras que pululam no anonimato da blogo. Entre artistas, farsantes, adoslescentes retardados, psicopatas e restante escória que se passeia atrás do anonimato do nick, já os topo a milhas. Foderam-me, e muito, a vida privada e financeira. Muitos são casos de polícia e não por acaso tenho queixas na PJ e no Ministério Público. Detalhes não posso contar. Segredo de justiça. Entreguei o meu disco rigído na PJ onde está todo a ser transcrito. E investigado. Mudei de cidade, fechei negócios, alterei os números de telemóvel vezes sem conta, desliguei a ligação da sapo, deixei de frequentar gente respeitável que por aí pavoneia taras e traumas. Fui ameaçado. Em casa. Fui perseguido. Assim também a minha filha de dez anos. Perdi milhares de euros. Fui chantageado por gente dita "decente". Atacaram-me blogues. Roubaram-me assinaturas. Conheço-os a todos. Do lobinho ao caminho de fogo com malmequeres no olho do cu, passando pelo Yukiie da triste figura. Do peido virtual com fixações anais que não passa de vendedor de fotocópias e manipula mulheres casadas e está alertado que se aproxima de mim ou da minha família tem o tribunal à perna. Mesmo truncando mails ou sms. Fora os outros. A gente "fina" que gravita em torno destes peões para foder a vida alheia e solucionar crises de idade, identidade e solidões mal resolvidas. Uma teia, um polvo. Abutres. Sabem onde, como e quem atacar. Comigo erraram no alvo. Vou até ao fim, doa a quem doer, de uma ou outra maneira. Sou mesmo muito paciente. Até lá da blogo não saio. Isso queriam eles. Mas reservo-me o direito de admissão no blogue com a moderação de comentários e só publico gente de bem. Ou que penso que seja. Esse aqui não entra a não ser com nome, identificação e comentários minimamente civilizados. Tanto basta. Estou limpo nisto tudo, não ando aqui no engate, a tramar fraudes, não aprecio punheteiros, putanheiros e outros anormais. Como tal, fora com eles e que se dê tempo a quem investiga. A Polícia e os tribunais. Bjinho e segue em frente. Enfia-o no caixote do lixo, que é o sítio ideal para tipos dessa raça.

poca disse...

bem.. para ser sincera aborrecem-me as politiquices e os politicos..
acho que no fundo acabam todos por se safar a eles..
depois como não posso fazer nada.. e sinto na pele as leis deles.. tento viver de forma a não viver revoltada com isso.. não me serve de nada..
e sim.. nem sempre consigo..
beijinhos

Rosario Andrade disse...

Ola Sergio!
Ia passar para fazer o convite mas antecipaste-te... de qualquer maneira, o convite está de pé.
Mas tens razão, nao tenho andado muito bem...quase morta mesmo. Mas enfim, é a vida, I guess. Melhores dias virão... I guess.

Bjicos!

ana disse...

Não se apaga a história. Se tivermos inteligência, aprendemos com ela.
Mesmo que seja devagarinho. As mudanças de pensamento são lentas.
Mudanças rápidas de pensamento, por norma, não são sadias: escondem intuitos estranhos.
Toda a descolonização de Portugal teve os seus erros. Excepção feita a São Tomé, Cabo Verde e Macau, em todas as ex-colónias há o que há. E Macau, bem o sabemos, era um caso distinto.

A gerência disse...

Hey... transcrevo o Iggy se for através do fogo. Adoro o caos escarlate desde que rubro.

Su disse...

detesto salazar
detesto timor
detes artistas/farsantes, adoslescentes /retardados, psicopatas

DETESTO escória

opsss isto sim foi catarse

jocas maradasssssssss de mim