quarta-feira, 7 de março de 2007

A preguiça como verdade revolucionária!

Disse-o, lúcido, o bolchevique Kazimir Malevitch em 1921, acrescentando que se o Capital condidera o Povo uma força de trabalho, o sistema socialista o considera uma máquina de trabalho. Esta verdade simples fez com que o texto apenas fosse publicado na Rússia em... 1994! Coisas simples, como o sabia eese outro espírito inquieto, Strindberg que, lapidar, já o dizia: a Sociedade é uma forma de vida comunitária que permite à classe superior manter o domínio sob as as classes inferiores. Por mim, venham ambas. A Preguiça e a Revolução. Com o café, o cigarro e o passar de gente bonita ao som de uma velha canção de Lloyd Cole. Mais o sol, se for possível. O resto, escreveu-o Alcman, poeta fundador da lírica europeia, são as raças rastejantes que a terra negra alimenta / e os monstros nas profundezas do mar purpúreo.

16 comentários:

sonia r. disse...

A preguiça é realmente revolucionária. Lol!

Bjinho.

wind disse...

Olha bom dia e manda daí um café e um cigarrinho "faxavor";)
beijos

un dress disse...

é tão mas tão verdade!!

as raças rastejantes...
todos, mas todos os dias muito claro para mim...
(também por fora e por enquanto ainda
"lhes" pertenço).

sim, nada "disto" tem a ver com escolha ou liberdade!
(e muitas vezes nem utilidade!...verdadeiro desperdício de vidas escravizadas pelo rente pão...)

abraço

bom-dia-de-sol*

vida de vidro disse...

Se a preguiça é revolucionária, venha depressa a revolução! :))
Sei que o post é a sério, mas não resisti... **

as velas ardem ate ao fim disse...

Eu só queria mesmo isto...Com o café, o cigarro e o passar de gente bonita ao som de uma velha canção de Lloyd Cole. Mais o sol, se for possível.


adivinhaste me o pensamento.

bjos

Thunder disse...

Eu acho que a preguiça existe em excesso no nosso país! Há muitos desempregados porque muitos não querem trabalhar...e depois há sempre o subsídio de sobrevivência!!! Boa vida...

Opintas/Bernardo disse...

Parece simples mas é uma Arte...lololol. Abraço.

isabel mendes ferreira disse...

Alcman e tu. cheios de razão.




:)

Rosario Andrade disse...

... da que pensar. Seja qual for a teoria e a pratica a verdade é que os pobres fodem-se sempre. Mai nada.

Bjicos

Maria Strüder disse...

Óbviamente que a mediocridade social é mais notável

Micas disse...

"A preguiça como verdade revolucionária!"

Mais palavras para quê...

Abraço

Luís Galego disse...

café, o cigarro, gente bonita, Lloyd Cole...que mais????

Su disse...

um cigarro...sol....e gente bonita............. mas pensante:))

gostei de ler.te ho. sabedor:)))


jocas maradas

merdinhas disse...

Sem perder tempo. Ganhando-o todo. ...

PR disse...

Com um nick desses está tudo dito. Tralha como tu não a quero nos meus postes e blogues: RESERVADO O DIREITO DE ADMISSÃO A GENTE DE BEM, coisa em que te não tenho. Passa bem.

Rosario Andrade disse...

Quem me dera poder preguiçar um pouco hoje...
Bjicos