quarta-feira, 7 de março de 2007

Sieg des Glaubens.

O encenado regresso de Portas ( e Santana Lopes ) demonstra à saciedade o drama da nossa pretensa direita, presa nas armadilhas e teias de um pensamento político normalizado, escanzelado, anémico, injectado na sociedade pelo vírus blokista do políticamente correcto e da tolerância intolerante. Fazer política implica Paixão, aceitar o Combate e a Luta, não agradar e, acima de tudo, tornar bem clara a divisão entre NÓS e ELES, mesmo quando com respeito os sabemos e devemos ouvir. Ser de Direita é recusar o pensamento acéptico e uninimal do capitalismo global e globalizante, mais ou menos multicultural, essa ditadura que assentou amarras no quotidiano e é tão querida à nossa intelectualidade pacóvia e dita cosmopolita. É insistir na diferença. Na recusa, na resistência. É tempo de não assumir compromissos e romper com a pasmaceira que nos anestesia. Poderá ser essa a razão da existência deste blogue, ferozmente desalinhado num universo crescentemente abjecto e uniforme, a blogosfera. Acima de tudo, a Diferença.
( Morreu Jean Beaudrillard. Vindo de uma escola longe da minha foi, mais do que um filósofo, uma ferramenta essencial à minha compreensão face a muito do que me rodeia. Fica o registo e a homenagem ).

17 comentários:

clotilde disse...

E está tudo dito!!!

Micas disse...

Moin, moin :)
Talvez tenhas razão. Os políticos Portugueses infelizmente talvez tivessem mais sucesso numa carreira artistica (circo???), acho-lhes imensa piada e depois são muito versáteis, é, ao sabor do vento...e falam imenso!! os políticos, e os portugueses...não passa disso mesmo, palavras ditas ao vento...

p.s. a proposito de "moin,moin" se tiveres interesse, dá uma olhadela, pode ser que gostes ;)
http://acoisadamicas.blogspot.com/2006_09_01_acoisadamicas_archive.html

Just an ordinary girl disse...

olá bom dia.
Sergio desculpa hoje nao comentar o post mas estou mesmo incapaz de raciocinios. É passageiro isto em mim..

Beijosssssss

Opintas/Bernardo disse...

Claro como gosto e está dado o mote. Abraço.

Opintas/Bernardo disse...

( Que coisa aconteceu ao PEIDOVIRTUAL? Afonia? Cagou-se? Escondeu-se? Foi preso, finalmente? Se alguem souber onde poisa essa coisa, dão-se alvíssaras ).

M. disse...

Boa tarde, sem segredos... :-)

wind disse...

não me considero de direita, mas não gosto de Portas nem do boneco jet8 do Santana.lol.
beijs

Thunder disse...

Estou cansada de ver sempre os mesmos palhaços neste circo chamado política portuguesa!!!Bj

Zé Lérias disse...

Jean Beaudrillard: Suas teorias, contradizem o discurso da "verdade absoluta". Sendo ele mesmo contraditório, no meu parecer.

"Vitória da fé" (digo, de um tipo de fé, porque até um desgraçado a merece ter) -Leni Riefenstahl uma grande cineasta, mas muito nazi para o meu gosto.
.......
Frieden ist brüderlichkeit.
In einer gesellschaft mit klassen ist der frieden nicht möglich.

Wacht auf! verdammte dieser Erde...

Alisson da Hora disse...

"Ser de Direita é recusar o pensamento acéptico e uninimal do capitalismo global e globalizante, mais ou menos multicultural, essa ditadura que assentou amarras no quotidiano e é tão querida à nossa intelectualidade pacóvia e dita cosmopolita."

Eu acho que isso não é ser direitista: isso é SER HUMANO!

Fantástico!

abraços

a.h.

Lilis disse...

Ui essas duas malukas: a Portinhas e a Sra Lopes... lolololol
eu então nos dias que correm... nem direita nem esquerda... e a politica nem vê-la para não ficar com dor de barriga...
eheh

bjus e até logo...

ps: lamento essa perda...

un dress disse...

jean braudillard

onde também muito fui buscar.

(e que de facto me alimentou, pelo menos na imaginação, alguma esperança de entendimento do mundo)...*

boa noooite!

nunocavaco disse...

PR desculpa lá, mas o que escreveste não é propriedade da direita, antes pelo contrário.

Vejamos o caso de Salazar.

Protegia e os ricos, os detentores do capital e lixava os pobres e os opositores. alimentou o sistema que criticas agora.

É a minha opinião e acho que fundamentada.

Um abraço

Susana Barbosa disse...

Plenamente de acordo.
Sérgio, Bernardo e Sónia, não tenho conseguido deixar comentários há já uns dias, ainda não descobri porquê. Vamos ver se este fica registado!
Boa noite e bjinhos

as velas ardem ate ao fim disse...

Para mim o que faz falta, seja de direita ou esquerda, é o direito a ser diferente, deixar de ser politicamente correcto.

Hoje em dia não há direita nem esquerda apenas um conjunto de palhaços, agarrados ao que se chama poder, sem valores, sem principios...apenas cada um por sim...dai estarem tao parecidos uns com os outtros.

bjos

sonia r. disse...

É realmente um verdadeiro CIRCO. Só neste País é que acontecem estas coisas. É uma VERGONHA!!!

Bjinho.

Su disse...

antes de dizer o q quer q seja.....

onde paira o peido virtual....

ops ..ok..paira:))))


qto ao mesmo, pela diferença sempre

jocas maradas de gritos de recusa